Iemanjá: A Rainha do Mar

(Iemanjá é uma das divindades mais reverenciadas no Brasil, trazida do Benin - África pelos escravos é saudada em todo o Brasil com rosas, perfumes jogados ao mar pelos devotos, muita música muita comida e alegria. Os rituais são nos terreiros dirigidos pelas mães de santo Ialorixás e pais de santo Babalorixás).

Quando os escravos vieram para o Brasil trouxeram os Orixás. Iemanjá era filha de Olokum, a Deusa do mar. Muito jovem casou-se com Ifá o Deus da adivinhação, separou-se e casou com Olofin o Rei de Ifé, e teve dez filhos.

Conta a história que Iemanjá quando separou-se de Ifá, fugiu para bem longe, levando um cântaro que foi presente de casamento dado por sua mãe. Dentro desse cântaro tinha uma substância misteriosa que salvaria sua vida se fosse colocada em perigo.

Ifá o marido de Iemanjá, se sentindo traído, mandou o seu exército para procurá-la.

Os soldados de Ifá acharam Iemanjá, que se sentindo ameaçada quebrou o cântaro. De dentro dele escorreu uma água que foi aumentando, aumentando até se tornar um rio, esse rio arrebatou Iemanjá e levou-a para o mar, morada de sua mãe.

Iemanjá se tornou então a rainha dos rios, representada por grandes seios e quadris representando a fecundidade e a maternidade.

No Brasil Iemanjá mora nas profundezas do mar, sua saudação é Odoiá, zela pelas famílias e protege a pesca, os marinheiros e os pescadores.

Você Sabia?

Histórias africanas são, em geral, explicativas das relações com a vida e o entendimento dos seus fenômenos. 

Fale Conosco:
Envie uma mensagem AQUI

Ligue:

71-99301-1000

  • youtube
  • facebook
  • instagram

CONHEÇA MAIS UM POUCO DAS NOSSAS REDES SOCIAIS