Capacitação de Multiplicadores

A Metodologia Cirandando Brasil foi fundada no ano de 1995 e, desde então, é reconhecido pelo Ministério da Cultura, Unesco e Unicef, como um dos maiores resgates da Cultura da Brincadeira Brasileira.

O projeto promove a integração entre as crianças, fortalece a identidade cultural, oportuniza a troca de saberes interclasses, reforça a autoestima de forma a ampliar a ciranda mundial em defesa da integridade da inocência, contribuindo para uma cultura de paz pela brincadeira e preservação do patrimônio cultural imaterial brasileiro.

A iniciativa nasceu da observação da pesquisadora Nairzinha sobre a brincadeira praticada hoje e a 

inserção dos valores adultos impregnando o ato de brincar. Seu sucesso vem da forma como essa 

brincadeira é reapresentada às crianças, sem macular o folclore, preservando a letra, a melodia, a 

coreografia e a intenção da brincadeira. As velhas e tradicionais cantigas arranjadas na música popular brasileira são reapresentadas às crianças, seus pais e professores pelas ferramentas de ação do 

programa. 

 

 “Essa é a orientação artístico/pedagógica deste projeto: fornecer instrumentos para garantir que 

nossas crianças continuem cantando, brincando e sabendo de onde viemos e quem somos”​.

A Capacitação

Mais de trinta mil professores do ensino regular, educadores culturais e sociais já foram capacitados a utilizarem a cultura da brincadeira como estratégia didática e conteúdo transversal.


Desde 2004 até o momento a abrangência do projeto diz respeito a Salvador, 151 cidades do interior 

da Bahia, Ceará (Universidade Estadual do Ceará), São Luis do Maranhão (Universidade Estadual do 

Maranhão UEMA), São Paulo (PUC, USP e Secretaria de Educação deMogi das Cruzes), Sergipe 

(Educadores Sociais), Pernambuco (Instituto Adolescer), além de Portugal e países lusófonos, 

Alemanha e França.

A Capacitação de Multiplicadores promove aos participantes:

• Uma vivência das brincadeiras do folclore infantil. 

• Conta a  história da brincadeira e suas influências étnicas (formadoras da identidade cultural brasileira).

• Proporciona uma reflexão da brincadeira, como estratégia didática e conteúdo transversal nos espaços de ensino e aprendizagem.

Objetivos

1.Resgatar o apreço das brincadeiras e cantigas populares do país através da transmissão às criançasdo seu acervo da Cultura da Brincadeira.

2.Promover a identidade cultural da criança brasileira, investindo numa brincadeira coletiva pela 

paz, cheia de alegria, espontaneidade, isenta de consumo, competição, erotismo etc.

3.Incentivar na comunidade o fomento de projetos dessa natureza que visem resgatar e valorizar a 

cultura da brincadeira regionalizada e localizada, mantendo viva a brincadeira popular.

4.Melhorar a relação das crianças com a sociedade e favorecer o entendimento da formação do povo brasileiro.

5.Atingir o maior número possível de crianças na Bahia e no Brasil pela realização de capacitações 

para professores.

6. Capacitar os professores no entendimento da cultura da brincadeira como conteúdo transversal nos espaços de ensino e aprendizagem, reconhecendo ter uma estratégia didática de alto impacto e baixo custo, além de incentivar o retorno da brincadeira coletiva e pacífica aos recreios.

7. Trabalhar com professores das classes iniciais, profissionais de creches, lideranças de associações de bairros e monitores de projetos de portadores de necessidades especiais.

8. De forma lúdica garantir aos professores a aquisição de conhecimentos através do acervo da cultura da brincadeira.

9. Trabalhar com valores fundamentais para garantia da nossa humanidade como: solidariedade, cooperação, respeito e fraternidade.

10. Resgatar o apreço das brincadeiras e cantigas populares do país através da transmissão oral destas às crianças brasileiras.

Programação

1. Carga horária de 08 horas. 

2.  Metodologia participativa (vivência de brincadeiras).

3.  Conteúdo programático:

3.1  Conceituação de cultura, folclore, tradição.

3.2  Elementos étnicos, influências lusitanas, ameríndias e africanas do brincar, do brinquedo e da brincadeira.

4. Brincadeiras propriamente ditas:

4.1 Cantigas de roda, brincadeiras cantadas, acalantos, parlendas, canções cumulativas, canções seriadas, cantigas de verso, adivinhações.

5. Brincadeiras de grupo (jogos gráficos, competitivos e de rua).

6. Incentivo ao resgate da brincadeira localizada

Reconhecimento

Para saber detalhes sobre valores, conteúdo detalhados de cada ação e disponibilidade de datas, entre em contato conosco. Responderemos sua mensagem o mais rápido possível!

Fale Conosco:
Envie uma mensagem AQUI

Ligue:

71-99301-1000

  • youtube
  • facebook
  • instagram

CONHEÇA MAIS UM POUCO DAS NOSSAS REDES SOCIAIS