O Macaco e o Rabo

Um dia um macaco e uma raposa estavam à beira do caminho quando viram um carro de boi. O macaco disse para a raposa. – “comadre raposa cuidado com seu rabo, tire do caminho, pois o carro pode passar em cima”. Mas enquanto fazia essa recomendação não percebeu que o seu rabo estava no meio do caminho.

O carro de boi passou por cima do rabo do macaco cortando-o no meio. Um gato esperto pegou o pedaço do rabo e fugiu. O macaco saiu correndo atrás do gato.

-“Só devolvo seu rabo se você me der leite” disse o gato. “Onde eu vou arranjar leite?” – perguntou o macaco. “Peça a vaca”, disse o gato.

O macaco foi até a vaca e pediu leite. A vaca disse: “Só lhe dou leite se você me der capim”. “Onde eu vou encontrar capim?”, perguntou o macaco. “Peça à velha”, diz a vaca.

“Senhora, me dê capim para eu dar para a vaca, pra ela me dar leite, para eu dar pro gato, e ele devolver meu rabo” pediu o macaco.


“Só lhe dou capim se você me der sapatos”.

“Onde eu posso encontrar sapatos?” perguntou o macaco.

“Peça ao sapateiro.” disse a velha.

O macaco foi e pediu, ”sapateiro, dê-me um par de sapatos, pra eu dar para a velha, para ela me dar capim, para eu dar para vaca, para ela me dar leite, para eu dar ao gato, para ele me devolver meu rabo”.

O sapateiro respondeu, “só se você me der banha”.

“Onde arranjo banha?” perguntou o macaco.

“Peça ao porco” diz o sapateiro.

O macaco pediu, “Porco, me deu um poço da sua banha, para dar ao sapateiro, para ele me dar um par de sapatos, para dar à velha, para ela me dar capim, para dar a vaca, para dar leite, para dar para o gato, e ele me devolver o meu rabo”.

-“Só dou minha banha se você me der chuva”.

“Onde vou conseguir chuva?” perguntou o macaco.

“Peça às nuvens” disse o porco.

O macaco pediu as nuvens: “Nuvens, me deem chuva para dar ao porco, para, ele me dar banha, para dar ao sapateiro, para me dar um par de sapatos, para dar para a velha, para me dar capim, para dar a vaca, para me dar leite, para dar pro gato, para ele me devolver meu rabo”.


“Só daremos chuva se você nos der fogo” disseram elas.

“Onde vou conseguir fogo?” perguntou o macaco.

“Peça às pedras”.

O macaco pediu: “Pedras deem-me fogo, para dar para as nuvens, para darem chuva, para dar ao porco, para ele dar banha, para dar para o sapateiro, para dar um par de sapatos, para dar para a velha, para dar capim, para dar para vaca, para dar leite, para dar pro gato e ele devolver meu rabo”.

“Só daremos fogo se você nos der um rio”, disseram as pedras.

“Onde arranjo um rio?” perguntou o macaco.

“Peça às fontes”.

O macaco pediu: “Fontes me deem um rio, para dar para as pedras, para elas darem fogo, para darem às nuvens, para darem chuva, para dar ao porco, para dar banha, para dar pro sapateiro, para dar um par de sapatos, para dar à velha, para dar o capim, para dar a vaca, para dar leite, para dar pro gato e ele devolver meu rabo”.

Foi então que as fontes deram o rio, as pedras deram o fogo, as nuvens deram a chuva, o porco deu a banha, o sapateiro deu o par de sapatos, a velha deu capim, a vaca deu leite, o gato bebeu o leite e devolveu ao macaco o rabo, que não serviu mais porque apodreceu.

Você Sabia?

Histórias africanas são, em geral, explicativas das relações com a vida e o entendimento dos seus fenômenos. 

Fale Conosco:
Envie uma mensagem AQUI

Ligue:

71-99301-1000

  • youtube
  • facebook
  • instagram

CONHEÇA MAIS UM POUCO DAS NOSSAS REDES SOCIAIS