Please reload

Posts Recentes

Muita animação e educação na Ciranda das Artes para filhos dos ambulantes durante o Carnaval.

February 9, 2018

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

História do Carnaval do Entrudo a Chiquinha Gonzaga

February 7, 2018

Na Grécia Antiga, era costume uma grande festa de celebração das colheitas, dançava-se cantava-se comia-se e bebia-se muito em agradecimento aos Deuses, louvando a fartura dos frutos. Em 590 D.C o Cristianismo adota essa Celebração como despedida dos prazeres mundanos na abertura da quaresma, um tempo de penitência e reparação. Carnaval “adeus a carne” em latim “carne vale”.


Essa festa que hoje é considera a maior festa do planeta, chega ao Brasil trazida pelos portugueses em forma de Entrudo. O entrudo* também chamado “dia dos gordos” caracterizava-se pela comilança pela bebedeira pela brincadeira descontraída e por muita música. Ganha as ruas com os escravos, mestiços e brancos pobres na metade do século XVll, enquanto nos salões, e sacadas dos sobrados, os ricos se divertiam cantando, dançando, molhando os passantes com água, sujando com farinha e barro. Jogava-se das janelas limões de cheiro, bolas de cera com água perfumada e papel picado.


Atrás das portas dos sobrados, rapazes se escondiam com enormes seringas de água de cheiro para molhar a multidão que dançava, cantava, tocava chocalhos, marimbas e toda sorte de tambores.

 

Atrás das portas dos sobrados, rapazes se escondiam com enormes seringas de água de cheiro para molhar a multidão que dançava, cantava, tocava chocalhos, marimbas e toda sorte de tambores.

 

Nesse período cerca de 1834 o grande acontecimento do carnaval são as máscaras trazidas de Veneza, confeccionadas de papel e cera. As máscaras simulavam animais e personagens das óperas italianas como “Pierrot, Colombina e Arlequim. 

 

O primeiro baile de máscaras que se tem notícia no Brasil aconteceu em 1840, no Hotel Itália no Rio de Janeiro.

 

Em meados do século XIX mais precisamente em 1853 ficou proibido o uso grosseiro de água, barro, tinta e farinha, sendo substituído por tiras de papel colorido e papel picado, mais tarde denominado serpentina e confetes. O uso da água de cheiro torna-se lança perfume, proibida também devido ao mau uso, permanecendo a reminiscência da água de cheiro e sua cheirosa lembrança na alfazema dos Filhos de Gandhi.